18.8.17

copo americano

se as lágrimas enchessem
copos americanos
ao menos eu poderia medir

190
380
570
760
950

1140 mililitros
sem você

ensaio para fins e afins

a ficha
pesa uma tonelada

esmaga
aquela corpo disforme e gosmento
da esperança

nos cantos dela
aquela suco-gosma-sangue
que escapa
tem cheiro de dor

só fica intacta uma sólida bola:

o peito em formato conciso
de saudade

17.8.17

rotação interobjetiva

uma laranja azeda
rolou da cesta
depois de um esbarrão

o movimento do ar em volta dela
em rotação
lançou uma miríade
de pequeninas partículas de oxigênio e pó
que espantou pensamento ruins
por 147 segundos

sorri

a laranja talvez fosse doce

16.8.17

[as firulinhas]

as firulinhas
são como os segredos

cada ponta de dedo
tem em potência
um terremoto

a boca do estômago
tem dentes de cristal

cascas grossas

13% dos humanos
sequer conseguiram nascer

entre os hipopótanos
7%

as cebolas (todos os tipos)
2%

para as antúrias
com seus falinhos
0,8%

mas chocante mesmo 
é o percentual das borboletas:
de cada 1000
826 ficam presas
entre minhas costelas

23.7.17

brinquedo

aquela imagem insistente
(fotografia de um desastre)
cutuca em forma
de um tridente maligno:

três lanças pontiagudas
(os três segundos)
que afiadas enfincam
na carne fraca de um eu
só.

aos tropeços fujo da dor
(como fugi do ver)
até o acolher de um casulo:

(seu) abraço.

18.4.17

tendões insalubres

friquitídeos

dingesíase

onopulências trâmitas


chamaria assim
essa dor de alma
que é como se o tendão trançasse
como o doce cueca virada
feitos pela vó