4.12.17

ponto inicial

instaurar um tempo 
de espreita

um amplo espaço
que estreita

todo que converge
num ponto:

poema

3.12.17

[todo querer]

todo querer
estraga o ato

deslize de útil
que ataca 
o raso

todo querer
esfacela o fato

verniz de status
que confunde
o rastro

todo querer
anestesia o contato

ânsia de vir
que assassina
o devir

todo querer
se requer

14.11.17

mente mente

na mente
uma conferência infinita:

eus conflitantes
bradam calúnias
e trocam
tolas acusações.

neste palácio de vento
o rei é aquele
que mais
mente.

31.10.17

dizivel indivisível

um pedaço
não é uma parte

um pedaço
não é um todo

um pedaço
é um monte de nada

escondido no fundo do novo

29.10.17

[caminho no caminho]

caminho no caminho
de pedra

o pé sobre a pedra
a pedra sobre outra pedra
outra pedra sobre a areia
areia sobre terra
terra sobre terra
terra sobre terra
terra sobre terra
terra sobre lava
lava sobre sei lá o que

caminho no caminho
sobre mim

28.10.17

27.10.17

ninguém vai ler

ninguém vai ler esse poema

mas milhões também não leram
o slogan do refrigerante

(e ainda assim o sabem
decor)